Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Neurociências e Cognição da PUC-Rio

Como o princípio de composicionalidade explica a produtividade?

A explicação formal da produtividade se faz pela geração de provas num sistema formal, tomado como uma representação da maneira como um falante apreende o significado de sentenças. Nesta abordagem, a base informacional é restrita ao que é representado no léxico. No entanto, resultados da psicolinguística mostram que o cérebro integra informações de diferentes fontes muito rapidamente. A condição de se incluir toda informação usada na compreensão no léxico não é bem motivada. Modelos formais ainda são úteis na compreensão da semântica de expressão compostas. Este argumento sugere uma visão mais aberta de modelos como ferramentas teóricas.

Ernesto Perini-Santos
Filosofia UFMG

02 de abril de 2018, das 16h às 18h
Mini Auditório do RDC, PUC-Rio - Campus Gávea

Não é necessária prévia inscrição.
Entrada sujeita à lotação do espaço.
 
Mais informações através do endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
Todas as mensagens serão respondidas em até 24 horas úteis.

Contato

INCog/PUC-Rio
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 225
Gávea, Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22451-900

E-mailincog@puc-rio.br

INCog no Facebook

Search